Publicações de Felipe Rodrigues de Souza
Porque devo rezar? O que é a oração?

Porque devo rezar? O que é a oração?

Rezar é uma necessidade absoluta, é o meio que Deus deixou para obtermos as graças e para nos salvarmos. Disso deu testemunho e exemplo o Divino Mestre, ao rezar e ensinar os discípulos a fazê-lo. Ele deixou-nos a oração perfeita: o Pai Nosso. Além disso, os santos não se cansavam de rezar e de incitar a todos que estivessem ao seu alcance a praticarem a oração. Para conhecer mais sobre o assunto leia o artigo completo.

Pentecostes

Pentecostes

O que a Igreja celebra na solenidade de Pentecostes? A descida do Espírito Santo sobre Nossa Senhora e os Apóstolos reunidos no Cenáculo, cinquenta dias depois da Páscoa. Muitos consideram esse episódio como o nascimento da Igreja Católica.

Os Anjos falam?

Os Anjos falam?

São Tomás de Aquino ensina que os Anjos se comunicam de duas maneiras: iluminação e locução. A iluminação é o ato pelo qual um Anjo superior transmite uma verdade a um Anjo inferior. A locução é a transmissão de qualquer coisa que pertença à sua própria consciência, sua intimidade, cuja manifestação está debaixo do selo da própria vontade.

Tríduo Pascal III – Sábado de Aleluia

Tríduo Pascal III – Sábado de Aleluia

No Sábado Santo a Igreja celebra a Ressurreição de Cristo, e realiza diversos ritos que mostram a grandeza da História da Salvação, e o amor de Deus para conosco, bem como a esperança de nossa futura ressurreição. A cerimônia começa com a Bênção do Fogo, o qual simboliza Jesus Cristo, Luz da Vida; em seguida a preparação do Círio Pascal, o qual contém vários sinais que o tornam símbolos do Salvador. Depois segue-se a Liturgia da Palavra, a Liturgia Batismal e a Liturgia Eucarística, com a qual se encerra a celebração do Tríduo Pascal.

Tríduo Pascal II – Sexta-Feira Santa

Tríduo Pascal II – Sexta-Feira Santa

Na liturgia de Sexta-Feira Santa da Paixão do Senhor é celebrada sua Morte Redentora na Cruz, ao mesmo tempo que a fundação da Igreja como instituição imortal, depositária de seus divinos e infinitos tesouros. Tal celebração é constituída pela Liturgia da Palavra onde se contempla caráter salvífico do sacrifício de Cristo, síntese do mistério Pascal; a Adoração da Cruz feita por todos os fieis; a Sagrada Comunhão, com a qual se conclui a cerimônia. Nesse dia não é celebrada a Santa Missa.

Página 2 de 512345