Pentecostes
Descida do Espírito Santo, Basílica de São Pedro, no Vaticano (Foto: Wikipedia)

Pentecostes

Uma das maiores solenidades da Liturgia Católica é a celebração de Pentecostes. Tem uma Missa para a vigília, Missa própria do dia, ambas com o canto do Glória, diversas leituras à escolha do celebrante e oitava comemorativa de primeira importância, enfim, uma comemoração cercada da maior festividade. Tão grande é sua importância que existe uma certa paridade entre sua celebração e a da Páscoa, e chegaram até a serem celebradas no mesmo dia durante um período. Mas qual o motivo pelo qual a Igreja a colocou em consideração tão elevada?

Comecemos por uma pergunta prévia: o que é Pentecostes? Não podemos calcular o valor de uma coisa se não a conhecemos…

Diversas vezes durante sua vida pública, Jesus prometeu enviar o Espírito Santo sobre os discípulos. Uma das mais significativas foi durante a Última Ceia, quando Jesus prometeu aos discípulos: “Eu rogarei ao Pai, e Ele vos dará outro Paráclito, para que fique eternamente convosco” (Jo 14, 16).

Após sua ressurreição, Jesus permaneceu ainda quarenta dias com os Apóstolos, após os quais ascendeu aos Céus. Assustados com a eminência da separação, os Apóstolos pediram ao Mestre que ficasse, mas Ele lhes respondeu: “convém a vós que Eu vá! Porque, se Eu não for, o Paráclito não virá a vós; mas se Eu for, vo-Lo enviarei” (Jo 16, 7). Foi, de fato, o que se realizou. Sete dias após a Ascenção, estando reunidos com Nossa Senhora no Cenáculo, o Espírito Santo desceu sobre eles e os transformou instantaneamente em grandes santos, os maiores da história. Realizava-se, assim, o cumprimento definitivo da Nova Aliança entre Deus e os homens.

Se é verdade que a Igreja nasceu do costado de Cristo na Cruz, não é menos verdade que sua solidificação, e de alguma maneira seu nascimento, se deu em Pentecostes. Com efeito, no Calvário a Igreja foi fundada, em Pentecostes Ela se manifestou ao mundo. Pentecostes é o termo final da Obra da Redenção e o começo do tempo da Igreja Católica. Eis a grande importância que a solenidade de Pentecostes, celebrada cinquenta dias depois da Páscoa, tem para a Igreja Católica.

Deixe seu Comentário