Santa Dymphna, virgem e mártir

Santa Dymphna

Santa Dymphna

Neste dia 15 de maio, celebramos Santa Dymphna, virgem e mártir.

Santa Dymphna era a filha de um rei irlandês pagão e de sua esposa cristã no século VII e que foi assassinada por seu pai. A história de Santa Dymphna foi relatada pela primeira vez no século XIII num cânone da Igreja de São Aubert em Cambrai, encomendado pelo bispo da cidade, Guy I (1235 – 1247). O autor afirma expressamente que seus escritos foram baseados numa tradição oral muito antiga e em persistentes histórias de curas milagrosas e inexplicáveis de pessoas acometidas de doenças mentais.

Nos fins do século VI na Irlanda um rei pagão tentava seduzir sua filha convertida ao cristianismo, a princesa Dymphna. Dymphna decidiu fugir da Irlanda, por aconselhamento de Gereberno seu confessor. Acompanhada de Gereberno escondeu-se na aldeia belga de Gheel.

O pai de Dymphna entretanto mandou caça-los e acabou encontrando-os e ele matou Gereberno enquanto Dymphna era decapitada na praça pública pelo próprio pai. Um alienado que estava na praça e assistiu a decapitação recobrou subitamente a razão. A partir daí foi santificada.

Deixe seu Comentário