Santo Ângelo da Sicília

Nossa Senhora do Carmo acompanhada de santos (Simão Stock, Ângelo de Jerusalém - com a espada trespassada no peito -, Maria Madalena de Pazzi e Teresa de Ávila) - Pintura Pietro Novelli

Nossa Senhora do Carmo acompanhada de santos (Simão Stock, Ângelo de Jerusalém – com a espada trespassada no peito -, Maria Madalena de Pazzi e Teresa de Ávila) – Pintura Pietro Novelli

Neste dia 5 de maio celebramos Santo Ângelo da Sicília.

Ângelo da Sicília, Ângelo de Jerusalém ou Ângelo de Licata foi um santo nascido em Jerusalém em 1185. Ele nasceu de uma família judaica e foi batizado, juntamente com seu irmão João, quando sua mãe se converteu ao cristianismo.

Foi martirizado em Licata, na Sicília, a 5 de Maio de 1220.

Aos 18 anos, entrou na Ordem do Carmo, na Palestina, e em 1213 foi ordenado aí sacerdote.

Em 1219 foi enviado a Roma para defender os interesses de sua Ordem. Dali partiu para a Sicília, a fim de converter os hereges cátaros ou albigenses.

Ele quis converter um cavaleiro cátaro chamado Berengário (Berengarius). A tradição católica afirma que ele estava vivendo em incesto e Ângelo conseguiu convencer a companheira de Berengário a deixá-lo.

O cavaleiro, incensado, matou ou o fez matar em frente à Igreja de São Filipe e São Tiago, em Licata. Ele morreu dos ferimentos quatro dias após o ataque e, segundo a tradição, teria pedido o perdão do seu assassino. Ele foi enterrado na própria igreja.

Deixe seu Comentário