Santo Isidoro de Sevilha, padroeiro da internet
Imagem de Santo Isidoro na Biblioteca de Madrid, obra de José Alcoverro (foto: Luis García / Fotothing)

Santo Isidoro de Sevilha, padroeiro da internet

Nascido por volta do ano 560, Isidoro de Sevilha não pode conhecer a Internet, mesmo assim ele é considerado o padroeiro da Internet, usuários de computador, técnicos de computação, programadores e estudantes. Isso se deve ao fado dele ser considerado, nas palavras do historiador do século XIX Montalembert numa frase muito citada, “o último acadêmico do mundo antigo”.

Considerado por muitos como a pessoa mais erudita de seu tempo, a contribuição para a humanidade mais famosa de Isidoro foi sua “Etymologiae”, uma enciclopédia que juntou fragmentos de muitos livros antigos que, não fosse por isso, teriam sido completamente perdidos.

Em 1598 Isidoro foi canonizado pelo Papa Clemente VIII e em 1722, ele foi declarado Doutor da Igreja por Inocêncio XIII.


Deus omnipotente e eterno,
que nos plasmastes à vossa imagem
e nos mandastes buscar tudo quanto é bom,
verdadeiro e belo,
especialmente na Divina Pessoa
do vosso Filho Unigénito,
Nosso Senhor Jesus Cristo,
concedei-nos, nós Vos pedimos,
que por intercessão de Santo Isidoro,
bispo e doutor,
nas nossas viagens através da Internet
movamos as mãos
e os olhos às coisas que Vos agradam,
e acolhamos com caridade e paciência
todos quantos encontrarmos.
Por Cristo Nosso Senhor. Amen.

Deixe seu Comentário