São Filipe de Neri, presbítero

Neste dia 26 de maio, celebramos São Filipe de Neri, presbítero. Apóstolo de Roma e O Santo da Alegria.

Filho de Francesco e Lucrezia Neri, que faleceu quando Filipe ainda era criança, teve duas irmãs menores, Caterina, Elisabetta, e um irmão que morreu ainda muito pequeno.

Seu pai, que alternava a profissão liberal com a de notário, tinha grande amizade com os dominicanos, e os frades do Mosteiro de são Marcos seriam os que receberiam Filipe Néri para muitos de seus ensinamentos religiosos.

Filipe estudou humanidades e aos dezesseis anos foi enviado a ajudar nos negócios um primo de seu pai em San Germano, próximo de Monte Cassino. Não raro, se retirava para orar numa pequena capela na montanha, que pertencia aos beneditinos do Monte Cassino. Aqui definiu sua vocação, e decidiu ir a Roma em 1533. De personalidade muito alegre e brincalhona, ficou conhecido como o Santo da Alegria, devido à sua famosa frase: “Longe de mim o pecado e a tristeza!”

Os últimos anos de sua vida foram marcados pela alternância de enfermidades e recuperação. Em 12 de maio de 1595, o cardeal Barônio, que o havia sucedido como superior, administrou-lhe os últimos sacramentos. Morreu em 26 de maio, aos 80 anos.

Foi beatificado pelo Papa Paulo V em 1614 e canonizado pelo Papa Gregório XV em 1622. Sua festa é celebrada em 26 de maio.

São Filipe de Neri, por Giovanni Battista Tiepolo

São Filipe de Neri, por Giovanni Battista Tiepolo

Deixe seu Comentário